Pin It

O Hospital Regional do Sudeste do Pará - Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), é um dos 120 hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) participantes do projeto 'Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil', promovido pelo órgão com o apoio técnico do Institute for Healthcare Improvement.

A iniciativa será realizada em etapas com a supervisão de seis hospitais de excelência: Hospital Moinhos de Vento, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital Beneficência Portuguesa, Hospital do Coração, Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital Sírio-Libanês. O Hospital Regional de Marabá será orientado pelo Hospital Moinhos de Vento, do Rio Grande do Sul, e desenvolverá as ações na UTI Adulto, que conta com 20 leitos atualmente.

O objetivo é aperfeiçoar o atendimento ao paciente e reduzir os desperdícios e os custos hospitalares, a partir da diminuição de três Infecções Relacionadas à Assistência em Saúde (Iras) em Unidades de Terapia Intensiva: Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV), Infecção Primária da Corrente Sanguínea (ICVC) e Infecção do Trato Urinário (ITU).

Nos primeiros 18 meses, a cada trimestre, representantes dos 120 hospitais participarão de um encontro em São Paulo com o Ministério da Saúde e os hospitais padrinhos. Espera-se que, nesse período, as instituições reduzam essas infecções em 30% e, em três anos, em 50%.

De acordo com a diretora de Assistência da unidade, Maria do Carmo Freitas, futuramente, os participantes do projeto piloto, que cumprirem os requisitos exigidos, poderão ser multiplicadores da metodologia em suas regiões. 'Para o Hospital Regional de Marabá é extremamente importante participar dessa iniciativa. Primeiro por ter sido escolhido dentre tantas unidades, depois porque poderá multiplicar essas informações para os demais hospitais', disse a enfermeira.

Ela também comentou sobre os benefícios do projeto. 'O maior impacto é a ampliação da qualidade e segurança do paciente no atendimento, com redução de custo com antibióticos e do tempo de internação', afirmou. Maria do Carmo adiantou que as boas práticas adotadas na UTI do HRSP durante o projeto serão estendidas às demais Unidades de Internação.

Unidade

Público e gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Hospital Regional do Sudeste do Pará adota uma série de protocolos para prevenir e controlar os riscos de infecção hospitalar em pacientes e profissionais da unidade.

Dentre essas medidas destaca-se o Protocolo de Higienização das Mãos, estabelecido pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Segurança do Paciente. Assim, periodicamente, a unidade realiza ações de incentivo à prática, considerada uma das mais eficazes contra a transmissão de microrganismos na assistência em saúde.

Texto: Aretha Fernandes\Ascom

Foto: Cristino Martins\Ag. Pará

Pin It