Organizado pelo do Estado, os Jogos Abertos do Pará, que este ano chega a sua 9ª Edição, terá a sua fase regional realizada em Marabá, segundo o secretário de esportes e lazer do município, Erton Luiz Vigne, o “Gaúcho”, que recebeu o aval do prefeito João Salame.

Marabá irá sediar a regional Sudeste/Araguaia neste evento, que tem como objetivo incentivar a prática esportiva em todo território paraense teve confirmadas sedes no ultimo dia 18 de março.

Os Jogos começaram a ser disputados em 2005. As atividades chegaram a ser interrompidas, mas foram retomadas em 2014. A oitava edição do evento congregou 58 municípios, em sete fases regionais, reunindo cerca de 2.800 atletas em quatro modalidades: basquete, futsal, handebol e vôlei. A competição foi vencida pelos atletas de Abaetetuba.

Este ano, todos os municípios paraenses estão sendo requisitados a participar e já receberam o calendário do evento e regulamentos. A mudança se verifica também no número de modalidades esportivas – que passou de quatro para seis, com a inclusão do tênis de mesa e do futebol de areia – e de mais uma etapa regional, somando oito.

As etapas regionais compreendem o Sudeste/Araguaia, Baixo Tocantins, Sudeste, Sudoeste, Marajó, Oeste/Amazonas, Nordeste I e Nordeste II. Entre os dias 11 de março e 30 de abril, os técnicos da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) farão visitas técnicas para definir as possíveis sedes das fases regionais. A primeira será em maio, a segunda em julho, a terceira em agosto, a quarta em setembro e a quinta entre os meses de setembro e outubro.

A fase final, também chamada de Estadual e que reúne todos os campeões das fases regionais, será entre os meses de outubro e novembro, em cidade ainda a ser definida.

Uma das contratações do Águia de Marabá para a Série C-2015 é o centroavante Monga, que disputou o Parazão 2015 pelo Gavião Kyikatêjê. Além dele, também está confirmado no elenco marabaense o lateral esquerdo Edinaldo, que atuou também pelo Gavião, mas teve passagem pelo Remo.

O Águia deve iniciar os trabalhos no dia 2 de maio, inicialmente com apenas 22 atletas, mas a ideia é de que o elenco seja fechado, em breve, por 28 a 30 jogadores, que vão disputar tanto a Série C quanto a 2ª divisão do Parazão 2016, que se inicia em setembro deste ano, segundo informou o presidente Sebastião Ferreira Neto, o “Ferreirinha”.

"É o tempo que termina todos os regionais e observamos jogadores dentro da competição e as carências que tivermos, para não fazer contratação errada", afirma Ferreirinha.

Fazendo uma análise da estreia, Ferreirinha previu uma partida complicada, mesmo jogando em casa. "Sabemos que o primeiro jogo vai ser muito difícil, o América-RN é uma equipe grande, com uma folha de pagamento em torno de um milhão, estão em completa atividade, já tem conjunto e preparo físico", disse o presidente.

Segundo o presidente do Águia, o objetivo da atual diretoria é conseguir fechar uma folha de pagamento que não passe de R$ 200 mil, com todas as despesas em no máximo R$ 300 mil, média bem abaixo do orçamento dos clubes que irão disputar a Série C.

 

 

O Águia de Marabá estreia na Série C 2015 no Estádio Zinho Oliveira, no próximo dia 17 de maio, em partida prevista para as 16 horas, contra o América, do Rio Grande do Norte. A diretoria corre contra o tempo para preparar um elenco competitivo e que caiba no bolso, pois a falta de recursos quase deixou o Azulão Marabense fora da competição nacional.

A partida será válida pelo grupo A, que também terá Icasa (CE), Fortaleza (CE), Salgueiro (PE), ASA (AL), Botafogo (PB), Confiança (SE), Cuiabá (MT) e Vila Nova (GO).

No outro grupo da disputa, o grupo 'B', estarão os clubes das regiões sul e sudeste do Brasil, como Tupi (MG), Tombense (MG), Madureira (RJ), Guaratinguetá (SP), Guarani (SP), Portuguesa (SP), Londrina (SC), Juventude (SC), Caxias (RS) e Brasil de Pelotas (RS).