Pin It

 

Julho é mês de férias, de visitar os amigos, familiares e de embarcar em uma boa viagem. Entre os cuidados com a preparação da viagem, muitos esquecem de checar o plano de celular, para evitar surpresas com cobranças adicionais. O diretor de Vendas da TIM Centro-Norte, Fábio Reis, preparou oito dicas para que todos possam aproveitar as viagens sem ter dores de cabeças futuras com a conta. Confira:

  1. Para economizar

Confirme se a linha tem o serviço de roaming ativo. Para passeios nacionais, a dica é acompanhar o consumo de dados e ficar atento a cobranças adicionais. Clientes dos planos controle e pós-pago da TIM não pagam roaming nacional, o que ajuda a economizar nas viagens. Para o exterior, confira as regras do roaming internacional, recomenda Fábio Reis.

  1. Roaming Internacional

A preocupação com o roaming é bastante frequente quando se trata de viagens internacionais. Antes de embarcar é possível consultar informações sobre cobertura e tarifas de voz e dados no exterior pelo app TIM viagens, para controlar gastos com roaming internacional.

  1. Acompanhar o consumo

Em viagens nacionais, é comum ficar mais conectado ao pacote de dados do que ao wi-fi. Por conta disso, para evitar atingir a franquia de dados do plano, é importante acompanhar o consumo e evitar uso desnecessários, que possam ocasionar o fim da internet no smartphone ou necessidade de contratação de um pacote adicional. Desabilitar a atualização automática de aplicativos, que consomem dados sem que o cliente perceba, é uma boa forma de economizar dados.

  1. Entretenimento consciente

Para evitar imprevistos, é preciso estar atento ao uso de dados para ouvir músicas ou jogos no smartphone. Seja em viagens internacionais ou nacionais com franquia de dados excedidas, o cliente deve dedicar um tempo para baixar as músicas antes da viagem, com o objetivo de ouvi-las no modo off-line (sem conexão com a internet), e evitar jogos que precisem realizar download durante o uso. O aplicativo TIMmusic by Deezer é uma excelente opção para ouvir músicas. Ele não desconta da franquia do pacote de dados em viagens nacionais e ainda oferece a opção de ouvir músicas salvas em modo off-line. Outra dica é o app grátis TIM Viagens para planejar e usar durante o passeio, ele apresenta os melhores roteiros, shows, festivais tradicionais, baladas, restaurantes da cidade que está visitando, além da opção de reservar hotéis e passagens.

  1. Aplicativos úteis

Existem aplicativos de compressão de dados, que permitem diminuir o tamanho de imagens e vídeos, ajudando no compartilhamento e postagem dos conteúdos. Há também ferramentas que permitem ao usuário identificar quando o roaming está em uso e admite o bloqueio de alguns aplicativos para que eles só funcionem com o Wi-Fi em uso.

  1. Ferramentas de localização off-line

Uma boa opção para quem quer utilizar mapas ou aplicativos para auxiliar na localização, mas não deseja gastar seu pacote de dados ou depender de wi-fi, são as ferramentas de localização e navegação que funcionam sem internet. Existem também plataformas que informam sobre linhas de metrô na Europa e Estados Unidos. Há opções, ainda, que fornecem localização geográfica detalhada, exigindo conexão apenas para download do mapa. O acesso não necessita de internet.

  1. Uso inteligente dos navegadores

Nem todos sabem, mas há navegadores em que é possível utilizar menos dados do que outros. Com menos megabytes, a navegação terá mais velocidade e economia na franquia de dados contratada. Alguns também permitem que suas páginas sejam carregadas em um local conectado e fiquem salvas para leitura off-line, sem necessitar usar o roaming ou carregá-las novamente.

  1. Gastar o mínimo possível

Se o objetivo for economizar e não houver necessidade de usar dados ou voz em viagens internacionais, o usuário deve manter o aparelho em modo avião durante o tempo que estiver no exterior. Se preferir limitar o uso apenas a ligações, deve desativar o roaming de dados do smartphone, função localizada nas configurações do celular.

 

Pin It