O projeto cultural de música sinfônica, Academia Jovem Concertante, está selecionando jovens músicos para ensaiar e formar uma orquestra itinerante, que se apresentará nas cidades de Parauapebas, Canaã dos Carajás e Marabá. Serão selecionados músicos com idade igual ou inferior a 29 anos. Os candidatos podem se inscrever até o dia 20/10 pelo site www.concertante.com.br, na aba 'Faça Parte', Academia Jovem Concertante 2017 - Etapa Pará.

Na página também podem ser obtidas mais informações sobre os critérios de inscrição. As vagas são para os seguintes instrumentos: nove violinos, três violas, três violoncelos, um contrabaixo, uma flauta, dois clarinetes, dois oboés, dois fagotes e duas trompas. Para este trabalho, serão oferecidas passagem, estadia, alimentação e uma bolsa incentivo no valor de R$1.500,00.

O projeto Jovem Concertante é a primeira orquestra itinerante do Brasil e tem como objetivo desenvolver o trabalho entre jovens músicos, dando a oportunidade de uma vivência artística, social e intelectual, entre pessoas de diferentes regiões do país, com professores de carreira internacional. O projeto é patrocinado pela Vale desde 2014.

Além de formar o público jovem para música sinfônica, o projeto também insere cidades que não estão no circuito de músicas de concerto, abrindo a oportunidade de as comunidades assistirem as apresentações. Os concertos acontecerão em novembro em Parauapebas, Canaã dos Carajás e Marabá.

Um momento histórico e de grande emoção para a comunidade acadêmica da Unifesspa. No último dia 20, o estudante cego Nacélio Souza Madeiro apresenta seu Trabalho de Conclusão de Curso em Ciências Sociais - Licenciatura e Bacharelado. Professores e técnicos da Unifesspa, além de amigos e familiares se orgulham da trajetória do estudante, que venceu uma montanha de desafios para conseguir sua graduação.

Com a orientação do Prof. Dr. Clóves Barbosa, ele apresenta o trabalho intitulado "O mercado de trabalho e a pessoa com deficiência no município de Marabá", resultado das suas pesquisas na Unifesspa. O tema escolhido pelo aluno também reflete sua forte atuação em defesa dos direitos da pessoa com deficiência. Durante a apresentação, o concluinte fará uso de diversas tecnologias assistivas, recursos que permitirão maior independência do aluno durante a apresentação.

A defesa do TCC aconteceu no Auditório da Unidade 1 do Campus de Marabá (Folha 31). Nacélio é motivo de grande orgulho e expectativa para a Instituição. Além do professor orientador, compõem a banca examinadora a Profa. Ms. Vanja Elizabeth Sousa Costa Oliveira, Profa. Dra. Marilza Sales Costa e a Profa. Dra. Lucélia Cardoso Cavalcante Rabelo (coorientadora).

 

(Fonte: Unifesspa)

O professor da Unifesspa e curador do Festival Internacional Amazônida de Cinema de Fronteira, Evandro Medeiros e o diretor de Ação Intercultural da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis (Proex/ Unifesspa), professor Amintas Lopes da Silva Júnior, concedem entrevista coletiva nesta quarta-feira (12), às 9h, na Unidade I do Campus de Marabá para falar sobre a 3ª edição do Cinefront.

 

O Festival envolve dois países, nove cidades, duas universidades, uma aldeia indígena, um acampamento de Jovens Sem-Terra em cinco dias de muito cinema. Os números e os destaques da Programação do 3º FIA CINEFRONT serão apresentados durante a coletiva.

Nesta quarta (19) e quinta-feira (20), a Fundação Casa da Cultura de Marabá (FCCM) realizará na área externa de sua sede a “XI Mostra Cultural Indígena” com a participação dos Indígenas Gavião (Parkatêgê) e Xikrin, que demonstrarão suas tradições por meio de danças, exibição de arco e flecha, burdunas, cocás, maracás, suas pinturas, vocabulário e, principalmente, orgulho de suas culturas.

Veja a programação:

Dia 19 – abertura às 9 horas

Apresentação dos índios Xikrin (canto, dança e pintura)

Dia 20 – abertura às 9 horas

Corrida de Tora (em frente a FCCM)

10h30 – apresentação dos índios Parkatêgê (coral e dança)

14 h – Palestra “Povos Indígenas no Brasil: Construindo Práticas de Respeito à Diversidade Étnica”

 

(Fonte: PMM)

Uma programação com cinco dias de ações culturais marca as comemorações pelo 104º aniversário de Marabá. Nesta quarta-feira, 5 de abril (data da emancipação do município) a Prefeitura de Marabá iniciou as celebrações às 6 horas, com alvorada, queima de fogos e o tradicional café da manhã servido à comunidade do bairro Francisco Coelho, com diversos bolos regionais.

A programação segue com um culto ecumênico e apresentações culturais, com participação da Banda do Centro Cultural Cine Marrocos e do Mestre Zequinha, morador tradicional do Bairro Cabelo Seco. Autoridades presentes farão uso da palavra para enaltecer a história do município e de sua gente.

Ainda nesta quarta, as celebrações continuam, só que na Praça São Félix de Valois, com a realização do II Cortejo de Encantarias, com a coordenação do Grupo Historiar-Te; apresentação do Grupo Caminho de Luz do Bairro Francisco Coelho; Mostra de exposições e artesanato; e show artístico com a cantora Nilva Burjack.

No dia 6, quinta-feira, as comemorações permanecem na Praça São Félix, com Mostra de exposições e artesanato; Apresentação da Cia. de Dança Yaguara; e show com o mestre Zequinha.

No dia 7, sexta, no mesmo local, a Prefeitura organiza uma mostra de exposições e artesanato, com um show artístico com Nenzinha do Calypso.

Nos dias 8 e 9 de abril, sábado e domingo, a programação segue para a Praça São Francisco, no núcleo Cidade Nova. Nas duas noites permanece a mostra de exposições e artesanato. No sábado, Cláuber Martins sobe ao palco e, no domingo, o encerramento com Washington Hermes.

 

(Fonte: ASCOM)