Pin It

A Polícia Civil de Marabá, em uma ação conjunta da Superintendência Regional do Sudeste do Pará, Seccional Urbana de Polícia Civil e o Departamento de Homicídios de Marabá, deu cumprimento, na tarde desta quinta-feira (1º), ao mandado de prisão temporária expedido pelo Juízo da 3ª Vara Criminal da Comarca de Marabá, em desfavor do guarda municipal Alexsandro Caldas (foto), suspeito de envolvimento na morte de Naiara Vieira Ribeiro, ocorrida no dia 13 de outubro de 2017, nas proximidades do km 6, Nova Marabá, nesta cidade.

O suspeito foi conduzido até a Seccional, formalmente interrogado e, após a realização de exame de corpo de delito, encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

O caso da jovem Naiara é emblemático. Outro guarda municipal, Romulo Passos Soares, também está preso e responde por tortura contra a mesma jovem. A polícia não descarta a possibilidade de a tortura e o assassinato estarem ligados, porque a jovem foi morta logo depois de denunciar que fora torturada, junto com mais dois conhecidos.

Até então, o guarda Romulo havia sido apontado como envolvido na tortura, mas as agora outro colega de farda ele está preso acusado de participar da morte da jovem, que era viciada em drogas.

Pin It