Pin It

O Grupo de Atuação no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado (MPPA) e a 2ª Promotoria de Justiça Cível de Redenção cumpriram, na manhã desta quinta-feira, 26, um mandado de prisão contra a ex-secretária Municipal de Obras, Maria Christina Caldas Rodrigues, e cinco mandados de busca e apreensão na residência da ex-secretária e funcionários da prefeitura. A operação chamada de "Salvos" investiga irregularidades cometidas em processos licitatórios.

A ordem de prisão se refere a investigação promovida pelo Ministério Público referente a ação penal que investiga supostas fraudes em licitações na prefeitura.

Foram cumpridos também quatro mandados de condução coercitiva contra os funcionários municipais:  Fernanda Barros, assessora do Instituto de Pesquisa, Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentavel do Municipio de Redencao (IPPUR); Carpeggiani Carvalho Araújo, motorista; Luiz Carlos do Vale, pintor; e Weliton dos Santos Barbosa, eletricista. A condução tem a finalidade de prestar esclarecimentos perante o Ministério Público do Estado.

A operação foi coordenada pelo Gaeco, tendo à frente os promotores Milton Menezes e Diego Libardi. A investigação pertence a 2ª Promotoria de Justiça Cível de Redenção.

A ex-secretária municipal será conduzida diretamente para o Presídio Estadual de Redenção. (Fonte: MPPA)

Pin It