Pin It

O Ministério Público do Pará realizou a primeira edição do projeto “Eu Reconheço”, em Marabá, no último sábado (5). Idealizado pelas promotoras de Justiça Mayanna Queiroz e Aline Tavares, o evento promove o reconhecimento de paternidade nas escolas públicas do município de Marabá e ajuda a consolidar a cultura de paternidade responsável e o fortalecimento de vínculos afetivos.

Na ocasião, foram realizados 55 atendimentos, com 9 reconhecimentos voluntários de paternidade e 18 coletas para exame de DNA. O evento contou com a parceria da Defensoria Pública Estadual e Faculdade de Carajás. Houve também o apoio do Cartório do 2° ofício de Marabá e da Unimed.

O projeto “Pai Legal” da Defensoria Pública teve a participação de três Defensores Públicos de Marabá, a disponibilização de kits para os exames de DNA, da Unimed Sul do Pará na coleta de materiais para exames de DNA, dos alunos do curso de Direito da Faculdade Carajás, da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e do Departamento de Municipal de Trânsito (DMTU), que realizou trabalho sobre educação no trânsito e colocação sinalizações no local.

O programa será desenvolvido durante o ano todo conforme o cronograma estipulado. Os interessados em fazer reconhecimento de paternidade devem comparecer ao prédio do Ministério Público de Marabá portando documentos pessoais (RG e CPF), comprovante de residência e a certidão de nascimento da criança. "Os casos de reconhecimento serão encaminhados para a Secretaria de Assistência Social para acompanhamento psicossocial da família, visando a paternidade responsável”, informou a promotora Mayanna.

(Fonte: MPPA)

Pin It