Pin It

Idealizado pela Irmã Neves, que morreu em julho de 1996, o Círio de Nazaré em Marabá percorria inicialmente apenas as Folhas 15 e 16, com a participação de poucas pessoas em um trajeto de pouco mais de um quilômetro.

A imagem da Virgem era levada em uma singela lata de leite em pó. Nos anos seguintes, com a presença de novos fiéis, a procissão foi aumentando e se modificando, sendo realizada sempre no terceiro domingo de outubro, após o Círio de Belém.

Aos poucos, o Círio em Marabá foi se revelando um acontecimento religioso da maior importância para a região sul do Pará, envolvendo fiéis até de outros estados. Por causa desse crescimento, em 1992, a procissão aumentou seu percurso e passou a atravessar os dois núcleos urbanos de Marabá, num trajeto de sete quilômetros e uma duração de quatro horas, reunindo mais de 50 mil pessoas, bem diferente do primeiro Círio, onde houve poucos participantes.

Além do novo trajeto foi incluída a corda, a transladação e a romaria fluvial pelas águas do rio Tocantins, que ocorre sempre no sábado que antecede a caminhada, com a imagem sendo embarcada no Balneário das Mangueiras.

Pin It